Conheça Poona Ford, um dos rookies mais subestimados dessa classe

Você confiaria num defensive tackle que tem o mesmo tamanho que Russell Wilson? Vendo desse prisma, provavelmente diria não. Entretanto Poona Ford veio para mostrar que esses padrões de tamanho da NFL estão totalmente equivocados, assim como Doug Baldwin, Julian Edelman e Chris Harris Jr que também provaram isso.

VEJA TAMBÉM OS OUTROS POSTS DA SÉRIE:

Vamos do início:

Poona Ford jogou em Texas, onde registrou 133 tackles, 20.5 tackles para perda de jardas, 4 sacks, forçou 3 fumbles, recuperou 2 e ainda desviou 2 passes. Texas tinha ótimos nomes ano passado, tais como: o safety DeShon Elliott, o cornerback Holton Hill, o linebacker Malik Jefferson, o punter Michael Dickson e o guard/tackle Connor Williams. Diferente dos seus companheiros, Ford não recebeu o convite para o combine, mesmo tendo sido um dos melhores jogadores do East-West Shrine Game e do Senior Bowl, alinhando e ganhando de prospectos vistos como de topo, como o guard Will Hernandez.

Aqui ele faz um ótimo trabalho de mãos e vence logo no primeiro passo Hernandez, depois mostra um bend (flexibilidade) incrível.

Ford tem 5’11” e 310 lbs, mas tem uma envergadura boa para alguém de seu tamanho, com 33 de comprimento de braço. Além disso teve na corrida de 40 Yrd: 5.13 (resultado de Pro Day), que mostra a segunda maior qualidade de Ford, a velocidade. Ele jogou como fullback no início da carreira no futebol, e talvez isso contribua para ele ser tão rápido. É espetacular sua velocidade de cobrir sideline-sideline. Você deve ter percebido que eu disse que a velocidade dele era sua segunda principal característica, a primeira sem sombra de dúvidas é a inteligência. Ele faz diagnósticos rápidos e corretos e é um jogador extremamente técnico. Por que você pensa: “como um cara de 5’11” consegue vencer bloqueios duplos?” A resposta é simples: TÉCNICA.

A técnica que ele mais usa é tentar “empilhar” seu adversário, graças a sua velocidade e agilidade ele tenta no primeiro passo empurrar os braços do OL para cima para evitar que ele faça contato e depois tenta usando a força carregar o adversário para trás. Esse trabalho dele é fundamental para criar espaço para os companheiros, Malik Jefferson em Texas foi um dos grandes favorecidos disso. E no esquema de linha defensiva que Seattle usa, um jogador que consegue fechar dois gaps é perfeito.

Se Ford fosse 6’1”, eu tenho certeza que ele seria escolhido entre o fim do terceiro e metade da rodada. Quem acabou se beneficiando com isso foi o nosso time, que assinou com ele como não draftado. Só mostrando a habilidade de trazer jogadores assim, Baldwin, Kearse, Rawls, Shead e etc. Isso nos dá esperança tendo esse ano apenas 4 escolhas no draft.

Vamos para o que o povo gosta: as jogadas, olho no #97!

Um amostra da técnica que falamos acima, para chegar o QB gerando pressão.

 

 

Outro exemplo da sua técnica, em busca do sack perfeito, gerando uma pressão, contra a boa linha dos Chiefs.

 

 

 

Aqui ele alinha como 0-tech (quando o jogador fica na frente do center) carrega o adversário para trás e se livra do bloqueio facilmente e para impedir a corrida.

 

 

 

 

Atento ao número #97. Mesmo com o outro DT, Joey Ivie tendo sido facilmente batido, Ford com um trabalho de mãos sensacional consegue controlarguard e mais uma vez sai do bloqueio e consegue parar o corredor.

Nessa jogada mostra velocidade no primeiro passo e destrói completamente a jogada, derrubando a o LG antes dele conseguir fazer a trap, gerando um tackle para perda.

Aqui é espetacular a velocidade que ele percebe que a jogada é um screen e neutraliza a jogada.

Mais uma vez mostrando sua velocidade , depois de sair de um bloqueio duplo ainda consegue chegar em Eliott.

Percebam a gigante faixa de campo que Ford cobre nessa jogada antes de fazer o tackle. Impressionante para um cara de mais de 300lbs

Usando um braço ele dominaguard e deixa o outro braço livre para fazer o tackle. essa técnica ele usa muito no combate ao jogo corrido, para proporcionar a possibilidade de puder controlar o adversário independente para que lado a jogada se desenvolva.

 

 

 

 

Seu primeiro passo muito mais veloz que o do guard permite que ele chegue no backfield muito bem, parando o RB, num belo tackle.

Na prorrogação (mostrando que a criança também é clutch) do seu melhor jogo, ele pulveriza o OL e para Breida mais uma vez.

Aqui como faixa bônus ele perseguindo e derrubando, ninguém menos que o beastmode.

Ford terminou o ano com 21 tackles, 3 tackles para perda de jardas e 2 qb hits. Isso porque ele ficou alguns jogos de fora, e só começou a ser realmente utilizado na segunda metade da temporada. Sempre cumprindo o papel de NT, nose-tackle (o DT que tem como principal função ocupar o máximo dos OLs para os companheiros terminarem a jogada). A qualidade dele no jogo corrido é indiscutível, ele é o melhor do time nesse quesito, sem sombras de dúvidas. E isso se deve a sua força e seu leverage,  e assim como dissemos anteriormente sua capacidade de processamento de jogo, o trabalho de mãos para controlar o adversário, inclusive estando sempre pronto em cutbacks (quando o corredor muda o sentido da corrida, acontece muito quando toda defesa se move para um lado) para evitar avanços maiores.

Sua fraqueza fica no pass rush onde talvez fique evidenciado a diferença de tamanho, mesmo ele tendo uma boa técnica. Ademais, como já falado aqui, acredito que no esquema de Seattle ele fique com a responsabilidade de segurar os adversários para criar espaço para os outros jogadores terminarem a jogada. Talvez algo que ele possa trabalhar nessa offseason seja aumentar seu repertório de moves para vencer no pass rush.

Iremos fazer um post mais específico da classe do draft inteira, mas talvez juntamente com Flowers e Dickson tenham sido os melhores rookies do time.

Go Hawks!

15 comentários em “Conheça Poona Ford, um dos rookies mais subestimados dessa classe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s