Jamar Taylor, um dos candidatos a vaga de Coleman

Jamar Taylor foi contratado após Ansah. Seu contrato é composto pelo salário de 805k com, 25k de bônus de assinatura (garantido) e um bônus de 65k caso ele esteja no elenco na semana 1. Ou seja, não é um contrato pesado e ele pode muito bem ser cortado, caso não apresente um bom trabalho nos treinos. Ele tem 5-11, 192lb (180cm, 87kg) e veio para trazer alguma profundidade a função de nickel, com a saída de Coleman.

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Jamar Taylor, um dos candidatos a vaga de Coleman”

Phil Haynes, Baby Fluker ou Fluker Jr, a nova cara da OL de Solari

Seguindo nossas análises da classe de novatos, hoje falaremos de Phil Haynes, escolha de quarta rodada de Seattle. Um guard de Wake Forrest, que jogou como LG, RG e RT (lembrando que Seattle adora versatilidade).

Eu sou um cara físico que adora bloquear no jogo corrido. Sou também um decente bloqueador para jogada de passes. Eu acho que é por isso que fui escolhido pelos Seahawks, porque eles adoram correr e eu definitivamente posso ajudar nisso.”, disse Haynes em entrevista.

Phil é um cara que escolhemos cedo por causa de sua composição e estilo de jogo, ele tem  340 libras. Estamos muito animados sobre como nossos guards estão jogando. Você nos viu buscar Mike Iupati para alinhar com D.J. Fluker. Nós pensamos desde cedo que este é um cara que pode se encaixar no molde disso. Ele é um cara muito forte, muito físico. Ele gosta de terminar os bloqueios e derrubar os caras. Ele tem muita atitude. Ele se encaixaria nos moldes para competir com aqueles caras. ”, comentou Carroll após o draft.

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Phil Haynes, Baby Fluker ou Fluker Jr, a nova cara da OL de Solari”

O versátil Jacob Hollister pode fazer muito mais do que imaginam

Uma contratação foi feita logo após o draft, Seattle enviou uma sétima rodada por Jacob Hollister, TE dos Patriots. Ele é um jogador bem desconhecido, mas tem certo futuro por alguns motivos. Primeiro, o time pode levar 4 TEs e usar algum deles como FB, não levando para os 53 finais do elenco um FB de origem. Segundo ponto é que Dickson tem um contrato razoavelmente  caro e pode acabar sendo cortado no fim das contas. Além disso, Vannett vai para seu último ano de contrato e Dissly volta de lesão.

“Aquisição fantástica. Ele teve um ótimo camp. O elemento de velocidade é incrível. Realmente bom corredor de rota. Muito parecido com Tyler [Lockett] em termos dos instintos, apenas a habilidade de ficar livre. Tem ótima noção de coberturas – homem e zona – coisas assim. ” disse Schottenheimer aos repórteres depois de uma sessão de OTAs.

Continue lendo “O versátil Jacob Hollister pode fazer muito mais do que imaginam”

Cody Barton, o protótipo de linebacker moderno da defesa de Seattle

No terceiro round do draft de 2019, Seattle subiu para pegar Cody Barton 6’2” (1,88m) e 230lbs (104kg) que teve 235 tackles, 24.5 para perda de jardas, 9 sacks, 1 interceptação e 10 passes desviados. Apesar de que, em minha opinião ele poderia ter sido escolhido bem depois, mas o time quis assegurar o jogador que se encaixava na filosofia geral que os Seahawks:

  • Melhorar em parar o jogo corrido;
  • Adicionar velocidade no front seven (DL + LB);
  • Melhorar a unidade nos times especiais;

“Cody jogou por dentro, como OLB e jogou no slot também. Ele se mostrou confortável com tudo isso. Ele é realmente inteligente e lida muito bem com as comunicações. Essa versatilidade é realmente muito importante para gente. Ele pode jogar nas três funções de linebacker e essa versatilidade é realmente importante para nós e nós sabemos que ele é incrível nos times especiais. Ele terá a chance de aprender sob a batuta de caras experientes e incríveis. Ele será um grande trunfo para nós. Nós o vemos sendo parte de muita coisa logo de cara, então estamos muito animados com isso“, Carroll falou sobre a escolha de Barton.

VEJA TAMBÉM:

Durante o minicamp ele foi movido para jogar como middle linebacker e se mostrou confortável com isso. “Eu gosto de jogar na cobertura, porque fico apto para diagnosticar as jogadas do meio do campo. Eu também gosto bastante de ser o Mike para chamar as jogadas. Então, eu gosto de ser o líder no meio da defesa e apenas chamar as jogadas e falar sobre quando eu vejo, e comigo e Ben lá fora, estamos apenas conversando, vendo o que vemos”, Barton falou na entrevista do minicamp. Continue lendo “Cody Barton, o protótipo de linebacker moderno da defesa de Seattle”

Cassius Marsh, uma boa arma para o speed rusher de Seattle

Uma das primeiras adições do time de Seattle na offseason foi o velho conhecido Cassius Marsh. O jogador que tem 6’4” e 245 pounds(193cm e 111kg) e foi draftado por Seattle em 2014 na quarta rodada vindo de UCLA, onde teve 149 tackles, 22.5 para perda de jardas e 15 sacks. Ele nunca foi um jogador dominante, mas contribuiu muito na rotação do pass rusher e muito ativo no ativo nos times especiais. No tempo que esteve em Seattle teve 41 tackles, 10 para perda de jardas, 3 sacks e forçou 1 fumble.

Esses dados fizeram com que tio Bill dar uma quinta escolha por ele no seu último ano de contrato. Em New England ele não teve muito sucesso e foi cortado, sendo contratado pelos 49ers e terminando esse ano com 3 fumbles forçados, 3 sacks, 26 tackles e 1 para perda de jardas em 15 jogos. Ano passado ele teve uma participação maior e registrou o melhor ano da sua carreira 5.5 sacks, 38 tackles e 7 para perda de jardas. Depois desse ano teve seu contrato renovado, mas com a contratação de Dee Ford, ele foi cortado e posteriormente assinou com Seattle por 1 ano, e vale salientar, sem alterar as picks compensatórias.

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Cassius Marsh, uma boa arma para o speed rusher de Seattle”

Ugo Amadi, o canivete suíço da defesa de Seattle

Quando foi draftado, foi dito que prioritariamente Amadi jogaria de FS, entretanto no camp ele passou a maior parte do tempo jogando como nickel (é onde particularmente eu acho que ele renderá mais na NFL). Uma das maiores qualidades de Amadi é sua versatilidade, que o permitiu jogar como safety, cornerback e nickel, Então não é nenhuma surpresa o time estar pensando em usá-lo na cobertura de slot com a saída de Coleman.

“Ele é um safety e vamos começar a jogar no meio, ele vai jogar de free safety para começar”, disse Carroll. “Ele é um jogador muito versátil. Ele foi reconhecido e foi premiado com algumas coisas através do reconhecimento de ser um jogador versátil”, comentou Carroll. “Ele vai ser um cara muito funcional na área dos times especiais, também porque ele é um corredor e um hitter. Mas eu não quero exagerar os jovens com muitas obrigações além de ele estar nos times especiais, ele vai estar jogando de safety”, continuou Carroll.

Mas no começo do minicamp Carroll falou: “Ele jogou como nickel e safety. Jogou muitos snaps como nickel no camp, o que foi muito bom. Melhor do que eu achava que seria. E ele ficou muito confortável jogando lá.”

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Ugo Amadi, o canivete suíço da defesa de Seattle”

Nazair Jones pode ter sucesso jogando como Defensive End?

Nazair Jones tinha tudo para ter um segundo ano de evolução, entretanto, pouco esteve em campo em 2018. Para o começo de 2019 é esperado para ele uma mudança de posição, de defensive tackle para defensive end.

Será que ele tem potencial para fazer essa transição?

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Nazair Jones pode ter sucesso jogando como Defensive End?”