Recap do draft 2018

Seguimos o trabalho de análises das classes de Seattle nessa pré-temporada. Hoje iremos trazer a análise da classe do ano passado, 2018.

O time começou o dia do draft com 8 escolhas, a de primeiro round e depois só a de quarta. Após alguns trade downs o time conseguiu fazer 9 escolhas no geral.

  • Seattle trocou a 18 e a 248 (sétimo round) pela 27, a 76 (terceiro) e a 186 (sexto) com Green Bay;
  • Seattle troca a 76 pela 79 e uma escolha de sétima 220,  com Pittsburgh;
  • Seattle sobe da 156 para 149 com  Denver e dá em troca uma sétima rodada, 226 geral;

Continue lendo “Recap do draft 2018”

Marquise Blair, o assassino silencioso, trará de volta o BOOM para a secundária de Seattle?

“Extremamente intenso. Cara que joga duro e duro ”. “Ele é muito rápido. Como um assassino silencioso”, essa foi a primeira descrição de Blair feita por Schneider.

Esse cara é do tipo assustador! Ele é realmente agressivo e estamos tranquilos quanto a isso”.  Também fala Schneider. Esse “tranquilo” tem relação com o fato do jogador ter sido ejetado em 3 jogos dos 24 que disputou, por pancadas consideradas perigosas pela arbitragem. Duas dessas três expulsões vieram na última temporada em jogos contra UCLA e Washington (último lance a baixo, nessa jogada, foi lance normal não deveria ter sido ejetado).

Ele só está acertando pancadas nos adversários”,  adicionou Pete Carroll. O último  strong safety conhecido por: “só acertar pancadas” foi Kam Chancellor, “The Enforcer” que se aposentou depois de uma lesão contra Arizona (campo maldito) em Novembro de 2017.

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Marquise Blair, o assassino silencioso, trará de volta o BOOM para a secundária de Seattle?”

Quem foram os vencedores e perdedores do draft de Seattle?

Com as 11 escolhas de Seattle no draft (após o time iniciar o processo com 4), o time sofreu/sofrerá  alguns impactos, bons para uns e ruins para outros, vamos abaixo destrinchar quem é quem.

Sexta-feira, teremos o post de Blair, que foi o que ganhou a primeira votação. Abaixo temos a votação para o próximo jogador.

Análise das escolhas:

VEJA TAMBÉM:

Continue lendo “Quem foram os vencedores e perdedores do draft de Seattle?”

O que de melhor aconteceu no rookie minicamp?

Para quem não está habituado, rookie minicamp são 3 dias de treinos com os rookies, os UDFA e os tryout players. Esses últimos são jogadores, rookies ou com 1 ano após sair da faculdade, que tentam uma vaga no time.

Análise das escolhas:

Eis o elenco do minicamp, em negrito os rookies, em itálico os UDFA, em vermelho Simeon Thomas, que esteve no time de treino ano passado e participou do camp e o restante são os tryout players (que inclusive podem participar de outros camps, sem impedimentos) :

Continue lendo “O que de melhor aconteceu no rookie minicamp?”

Análise da Classe de UDFA de Seattle

Quando o draft acaba, ele não acaba haha. Bom, quando a última escolha do draft acabacomeça o processo de escolhas dos UDFA (undrafted free agency), os prospectos que não foram draftados recebem ofertas e escolhem para onde querem ir e passam pela semana de treinos e tem a chance de mostrar seu valor para se manterem no time para preseason.

Seattle normalmente faz um bom trabalho escolhendo prospectos dessa forma: Mack Strong, Deshawn Shead, Jermanie Kearse, DOUG BALDWIN, Poona Ford e etc.

Conheça Poona Ford, um dos rookies mais subestimados dessa classe

Análise das escolhas:

Continue lendo “Análise da Classe de UDFA de Seattle”

Análise do dia 3 do draft de Seattle – Parte 2

Depois do quarto e quinto round, temos as 2 escolhas de sexto e a de sétima.

Análise das escolhas:

VEJA MAIS DA SÉRIE SOBRE O DRAFT:

Continue lendo “Análise do dia 3 do draft de Seattle – Parte 2”

Análise do dia 3 do draft de Seattle – Parte 1

Dia 3, não poderia começar de forma diferente a não ser com um trade down de Seattle. E fazendo 3 escolhas no quarto round, 1 no quinto, 2 no sexto e 1 no sétimo.

Análise das escolhas:

VEJA MAIS DA SÉRIE SOBRE O DRAFT:

Continue lendo “Análise do dia 3 do draft de Seattle – Parte 1”