Rumo ao Draft #1: Após Calitro se destacar, Seattle investirá em outro jogador desse estilo no draft?

Um jogador que se destacou bastante apesar de não fazer muito barulho quando chegou no time durante a preseason foi Austin Calitro. Não uma temporada de All-Pro ou Pro Bowl, mas quem teve a ausência do pilar Wright durante quase toda a temporada, ele foi bastante útil.

VEJA TAMBÉM OS OUTROS POSTS DA SÉRIE:

Continue lendo “Rumo ao Draft #1: Após Calitro se destacar, Seattle investirá em outro jogador desse estilo no draft?”

Mock Draft das 7 Rodadas 3.0

Primeiro Draft Simulado do mês de Abril, e agora começa a contagem regressiva. E com isso os pro days e as visitas começam a acontecer. O pro day é basicamente o combine, só que dentro das universidades, dando chance para os que não foram convidados mostrarem seus serviços. As visitas pré-draft são visitas que os jogadores fazem aos clubes, cada clube tem direito a 30, e lá os times podem conversar e ver o que os prospectos podem oferecer. Outro ponto a salientar é que visitas de Universidades locais não contam, ou seja, Washington e Washington State tem visitas ilimitadas.

VEJA TAMBÉM:Mock Draft das 7 Rodadas 2.0 – Pós Combine

VEJA TAMBÉM:Mock Draft das 7 Rodadas 1.0 – Pré-Combine

Alguns nomes já foram confirmados, e no decorrer das próximas semanas iremos trazer análises de alguns jogadores. Ressalto a importância dessas visitas, draft passado Martin e Ford se beneficiaram bastante delas. Abaixo a lista de jogadores com visitas marcadas para Seattle, até o momento desse post:

Continue lendo “Mock Draft das 7 Rodadas 3.0”

Qual potencial Will Dissly pode atingir?

Seguindo nossas análises do elenco, hoje vamos falar de Will Dissly TE do nosso time, que infelizmente se lesionou no início do jogo 4 da temporada, depois de mostrar flashes de um ótimo teto. Até onde ele pode chegar?

VEJA TAMBÉM OS OUTROS POSTS DA SÉRIE:

Continue lendo “Qual potencial Will Dissly pode atingir?”

A voz das mulheres [2] – O reflexo do machismo

Há mais ou menos um mês soltamos uma pesquisa para conhecer e ouvir mais as meninas e mulheres que fazem parte desse universo do futebol americano.

VEJA MAIS: A voz das mulheres

A partir das respostas das girls constatamos alguns contrastes e opiniões que valem a pena serem compartilhadas. Desde já, agradecemos a todas que participaram e colaboraram conosco!

Esse texto tá saindo em comemoração ao mês que se comemora o dia internacional da mulher como uma reflexão necessária para combater os diversos tipos de constrangimentos sofridos pelas mulheres. Aqui não é nosso lugar de fala, os escritores do blog são homens e jamais poderão falar com propriedade sobre o que vocês mulheres sofrem ou passam na pele. Mas é possível trazer a tona uma reflexão sobre o cenário atual da sociedade.

Créditos da imagem: Vavel.com

Continue lendo “A voz das mulheres [2] – O reflexo do machismo”

Quem assumirá a vaga de nickel deixada por Coleman?

Com a ida de Coleman para os Lions, saída essa que tornou o CB o slot mais bem pago da liga e que pode render a Seattle uma escolha de quarta rodada compensatória no ano que vem, deixou um vazio na secundária da equipe na posição de nickel. Explicando para quem não é habituado com o termo, nickel/slot é o cornerback que alinha entre a linha defensiva e o cornerback da lateral. Jogar nessa função requer características diferentes de um CB que joga na lateral, mais a frente no post traremos esses requisitos.

VEJA MAIS: OFFSEASON [3] – Renovações e contratações da Free Agency

VEJA MAIS: Qual impacto de Mike Iupati na linha ofensiva?

Continue lendo “Quem assumirá a vaga de nickel deixada por Coleman?”

Qual impacto de Mike Iupati na linha ofensiva?

Nessa Free Agency extremamente movimentada perdemos alguns jogadores e entre eles o OG Sweezy. Ele recebeu um contrato de Arizona, de 9M (podendo chegar a 11M) em dois anos de contrato. Apesar da temporada muito boa que teve em Seattle, ajudando a ressuscitar o jogo corrido, Sweezy teve a carreira marcada por lesões e basicamente só jogou bem (e ficou saudável) pelos Seahawks, então 11M seria muito caro, Fluker fechou por 6M.

VEJA TAMBÉM: OFFSEASON [3] – Renovações e contratações da Free Agency

VEJA TAMBÉM: Habemus linha ofensiva, o que mudou em Seattle?

Para repor essa ausência, os Seahawks preferiram investir em Mike Iupati, ex- Cards e 49ers. Deu a ele um contrato com 1.25M de bônus de assinatura, com mais 1M garantido, 500k de bônus por jogos ativos no elenco e 500k de incentivo. De dinheiro garantido 2.25M e o valor máximo podendo chegar a 3.25M dependendo da performance do OG. Valor muito bom, principalmente para quem já chegou a gastar 8M num ano em Luke Joeckel, um dos maiores busts (jogador que na época do draft promente muito, mas no fim das contas é um fracasso) da história.

VEJA TAMBÉM: Teremos uma linha ofensiva de respeito novamente? Parte 1 – (2012)

VEJA TAMBÉM: Analisando o elenco – Linha ofensiva – Interior da OL

Será que foi uma boa para Seattle essa “troca”?

Vamos analisar a seguir:

Continue lendo “Qual impacto de Mike Iupati na linha ofensiva?”

OFFSEASON [3] – Renovações e contratações da Free Agency

A inter-temporada promete bastante e estamos às portas do Draft, evento mais importante da offseason, mas o que essa Free Agency chacoalhou o mundo do futebol americano… foi fora do comum!

Os dois primeiros dias foram marcados por contratações bombásticas e valores astronômicos, com os times com salary cap altos disponíveis fazendo a “inflação” sobre os jogadores crescer.

O Seattle começou a se movimentar, no sentido de renovar e contratar jogadores só a partir do terceiro dia e de forma pontual, afinal, nunca foi do “timbre” do Seahawks sair em desespero.

Continue lendo “OFFSEASON [3] – Renovações e contratações da Free Agency”